PARLAeMENTE

domingo, fevereiro 26, 2006

Carnaval


O carnaval, além de ser uma festa que contamina toda uma cidade, é uma forma de apropriação urbana que altera sensivelmente a imagem, a ordem e os valores que regem e fazem o estilo de vida dos outros dias do ano, fazendo da cidade o lugar de uma orgia coletiva. Não podemos desconhecer que “o erotismo é um dos aspectos da vida interior do homem” (Bataille). Mas o que vem acontecendo ultimamente é uma espécie de publicidade do sexo onde o erótico é apenas uma mercadoria do circuito de economia libidinal, muito bem aproveitada pela indústria do turismo e pela mídia, resultando em retornos significativos para a economia dominante. Portanto, o cotidiano material e simbólico se reproduz no carnaval, fazendo da rebeldia um comportamento possível e suportável de distração e recuperação da força de trabalho.


 

Powered by Blogger

 

Carlos Paredes